Conceitos de Margem e Mark-up

Estratégias Postado em 12/05/2020

Tão importante quanto saber calcular o seu Preço de Venda, é saber apurar os resultados das suas operações.

Os modelos de Margem e Mark-up servem basicamente para as duas coisas, embora cada um aja de forma diferente.

Não é a intenção deste artigo dizer qual dos dois você deve adotar, apenas fornecer as informações necessárias para que você tire suas próprias conclusões.

É comum que o modelo Mark-up seja adotado por pequenas empresas, em razão de ser um tanto quanto mais simples, em relação à Margem.

Mas sua metodologia dificulta a apuração do lucro real das transações executadas pela empresa.

Explicaremos no material de hoje os conceitos básicos por trás desses dois modelos de formação de preços de venda e apuração de resultados. Mas se acaso você deseja se aprofundar no assunto, indicamos que você invista no livro “Tributação de Medicamentos e Regras de Negócio”, do especialista Jiovanni Coelho, um manual completo sobre o Mercado Farma, com essa e outras variáveis de extrema importância do ramo. O material está disponível em versão impressa e E-Book.

Mark-up

Nesse modelo, o lucro sobre cada transação é calculado sobre o custo do produto.

Isto é, determina-se uma porcentagem de objetivo de lucro, que é somado ao custo e (desconsiderando os tributos, para fins didáticos) usa-se o resultado como PV (Preço de Venda) da mercadoria.

Contudo, essa técnica apresenta falhas quanto a apuração do resultado baseado no PV.

Isto é, se você fizer a conta inversa, usando o PV como base de cálculo, o percentual de lucro será inferior ao almejado no início.

Exemplo: Vamos supor que o lucro que você queria era de 40% sobre o custo total do produto de R$100,00, o que resultou no preço de venda de R$140,00.

Agora, apurando o resultado sobre o valor da VENDA do produto (Lucro Bruto / Preço de Venda) perceba como o lucro real ficou na casa dos 28,57%.

Margem

Por sua vez, a Margem é o conceito de lucro sobre o Preço de Venda, ou seja, o percentual de lucro é calculado sobre o valor pelo qual o produto foi vendido, não comprado/produzido.

Ele se mostra mais eficaz, pois o lucro real é fiel ao resultado obtido na fórmula, uma vez que o cálculo é feito com o valor que você receberá.

Em síntese, no mesmo exemplo anterior, ao invés de você tirar os 40% do valor pago no produto, ele é tirado do valor pelo qual você quer vende-lo.

Além de tornar o PV mais elevado do que a modalidade anterior, que é justamente o que garante o seu lucro ideal no fim da operação.

Em outras palavras, a Margem é um percentual do PV que confere o lucro.

Fórmula: Custo / (1 – Margem).

Para empresas de grande porte, esta é a melhor opção, pois podemos ter certeza sobre qual o PV ideal ao lidar com valores altos.

Por fim, esperamos ter ajudado com mais este conteúdo. Disponibilizamos aqui o link onde você pode encontrar o livro completo “Tributação de Medicamentos e Regras de Negócio” e saber mais sobre o Mercado farma e suas variáveis.

Nos deixe o seu feedback para nos ajudar a melhorar ainda mais o conteúdo das postagens. Nos vemos na próxima!