Quanto mais eu vendo, mais eu ganho dinheiro?

Sem categoria Postado em 26/08/2019

A princípio, algumas perguntas comuns para muitos empreendedores que estão dando início aos negócios são:

  • Quanto mais eu vendo, mais eu ganho?
  • Se eu aumentar a minha venda, mais lucro eu terei?
  • Vale a pena aumentar a minha venda cada vez mais?

Assim, todas essas incertezas podem causar insegurança e atrapalhar o processo de tomada de decisões.

Por isso, trouxemos hoje um artigo especialmente desenvolvido para te ajudar a superar mais essa questão. Então vamos lá?

As respostas para essas dúvidas podem ser simples

Sem dúvida não é raro que, para garantir o sucesso de sua empresa, muitas pessoas se atentam apenas ao volume de produtos vendidos e no faturamento geral das vendas.

Mas é importante saber que nem sempre esses são os valores mais importantes, uma vez que não representam lucro real para a empresa.

Pois o lucro bruto é o fator que simboliza e representa o valor real de lucratividade que você teve com suas vendas.

Só para ilustrar, imagine que em uma venda normal, você possui um produto que é vendido pelo valor de R$100,00.

Em seguida, suponhamos que o CMV, que é o Custo de Mercadoria Vendida desse produto, tenha sido de R$60,00.

Então, subtraindo esses valores, obtemos um valor de R$40,00. Ou seja, a cada unidade vendida, o lucro bruto é de R$40,00.

Dessa forma, vamos considerar que em dias comuns sejam vendidas 1.000 unidades desse produto.

Então, tendo como base o cálculo acima, podemos afirmar que esse produto gera um faturamento mensal de R$100,000.00

Uma vez que o lucro de cada unidade vendida é de R$40,00, ao final de cada mês, antes de calcular os encargos com as despesas operacionais, o lucro bruto será de R$40.000,00.

Situação: troca de produto

Agora imagine uma situação nova: surge um novo produto no mercado, com custo de compra e venda menor e volume diário de compra maior em contraste com o produto anterior, devido ao alto consumo no mercado.

Posto que você realizou uma rápida análise, naturalmente opta pela troca de seu produto. Dessa forma, você acredita que tenha tomado a decisão mais correta para sua empresa.

Mas para garantir que a melhor decisão foi tomada, vamos analisar a lucratividade apresentada por esse novo produto.

O produto com o qual se trabalhava anteriormente apresentava um valor de venda de R$100,00, ao passo que o novo produto tem um valor de R$75,00.

O custo dos produtos também foi alterado, enquanto o primeiro custava R$60,00 de CMV, o novo produto custa R$50,00 então ambos os preços de venda e compra diminuíram.

Dessa forma, fica claro que o valor de lucro também sofreu redução. R$75,00 de custo de venda, subtraído à R$50,00 de custo de compra, tem como resultado a queda do lucro bruto para R$25,00 por unidade vendida.

Porém, como o produto vem demonstrando sucesso no mercado, seu volume de unidades vendidas subiu ao ser trocado.

O valor que antes era de 1.000 unidades ao dia, com o novo produto aumentou para 1.500. Gerando assim, um faturamento mensal de R$112.500,00.

Assim, podemos notar que a venda teve um aumento de R$12.500,00 em faturamento mensal com as 1.500 unidades vendidas.

Lucro

Para que o lucro seja apurado, consideramos R$25,00 de lucro por cada unidade vendida, multiplicado pelo valor de 1.500, que representam as unidades vendidas e obtemos o valor de R$37.500,00.

Esse valor atual é inferior em R$2.500,00 em contraste com o valor de lucro obtido com o produto anterior.

Ou seja, o volume de vendas foi maior no decorrer do mês específico, mas o valor de lucro bruto obtido foi inferior.

Ademais, é importante lembrar que o volume de produtos vendidos aumentou em 33%, de modo que gerou aumento nos gastos com mão de obra de atendimento.

Assim, aumentando os gastos com mais atendentes, os custos com despesas operacionais da empresa naturalmente crescem.

Se o lucro bruto for inferior em relação ao outro produto e, se o volume de vendas gerou mais despesas operacionais, então o lucro bruto foi reduzido mais uma vez.

Conclusão

Muitas pessoas atualmente não se atentam à essas informações e, com isso, vendem mais produtos, acreditando estar ganhando um valor muito superior, enquanto lucro real está na verdade mais baixo.

Por isso, uma loja cheia de clientes e com promoções frequentes pode acabar sendo desligada, em virtude da falta de análise e planejamento da lucratividade e não apenas no volume de vendas e faturamento mensal.

Por fim, para mais dicas como essa, não deixe de acompanhar nosso conteúdo. Se acaso reste dúvidas ou sugestões, entre em contato! Até a próxima!

Site: www.simtax.com.br

Telefone: (11) 5096-6600

WhatsApp: (11) 97543-4715

E-mail: comercial@simtax.com.br